Category Archives: Homenagem

Obrigado Dr. Hélio Dourado

Com 87 anos bem vividos e recheados de glórias e conquistas, nesta madrugada nos despedimos do até então Patrono do Grêmio, Hélio Dourado.

Se hoje somos o Grêmio que somos, o Grêmio do Renato, do Luan, do Geromel, devemos antes de mais nada a Dr. Dourado, se hoje praticamos o melhor futebol do Brasil, agradeçamos ao Dr. Dourado. Se hoje estamos vivos e com chance de título em 4 competições disputadas, muito obrigado Dr. Dourado. Se hoje ostentamos o maior, mais moderno, e mais bonito estádio da América do Sul, foi graças ao Dr. Dourado.

Ele transformou o Olímpico em Monumental, ele levou o Grêmio pela primeira vez ao topo do Brasil. Somos o Grêmio tão temido, respeitado, enorme, campeão do mundo, NADA PODE SER MAIOR, porque lá em 1977 o Grêmio do Dr. Dourado quebrou uma sequência de títulos do rival, em seguida ampliou o estádio e logo nos deu o primeiro título Brasileiro, em 81.

Crescemos, aparecemos para o Brasil e depois para o mundo, graças aos esforços iniciais do Dr. Dourado.

Obrigado presidente, obrigado Patrono, pela tua vida dedicada ao Grêmio e pelos valores e ideais com os quais dirigiste nosso tricolor e que hoje fazem parte de sua essência.

Descanse em paz, Dr. Dourado, sua missão aqui foi cumprida e muito bem cumprida. Em nossos corações azuis, pretos e brancos ficarão suas conquistas e o seu semblante e vibração a cada vez que o Hino do Grêmio for entoado, em qualquer lugar deste mundo.

Aos amigos e familiares, os desejos de força e coragem, mas acima de tudo a certeza de que a passagem do Dr. Dourado por estes pagos não foi em vão e está marcada para a eternidade, juntos com tantos outros imortais que por aqui passaram e fizeram história.

Nada pode ser maior

Há 32 anos atrás cunhávamos a frase, “Campeão do Mundo, Nada Pode ser Maior”.

Comemoremos Gremistas!!

20151211102536

Homenagem a um gremista imortal

Um clube não é formado apenas por grandes jogadores. Ele é formado por grandes torcedores. O Grêmio tem orgulho em dizer que possui vários homens e mulheres que dedicam seu empenho em prol do clube. Essa é a história de um deles.

Em 1925, na cidade de Lagoa Vermelha, nascia Ildo Luiz Ely que, poucos anos depois se mudaria para Porto Alegre, onde concluiria seus estudos secundários no Colégio Júlio de Castilhos.

Vir do interior estudar na capital não era uma tarefa fácil. Porém, Dr. Ildo não parou por aí. Formou-se em medicina pela Ufrgs, em 1954, e fez pós-graduação em Psiquiatria em 1967. Foram quase 60 anos de serviços prestados a instituições, tais como, Hospital Espírita, Instituto Psiquiátrico Forense, Hospital Psiquiátrico São Pedro, Clínica Pinel, dentre outros. Em 2006, com mais de 50 anos de atuação, foi jubilado pelo Cremers (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul).

Como conselheiro do Grêmio, Dr. Ildo atuou entre 1989 e 2012. Com muito amor pelo time, viu o tricolor ser campeão de quase tudo o que disputou. Quatro Copas do Brasil, um Brasileiro, uma Libertadores, Recopa Sul Americana e vários títulos estaduais.

Dr. Ildo Luiz Ely, um grande gremista, morreu em 2012, mas deixou um grande legado de trabalhos para comunidade e para o Grêmio. Como homenagem póstuma, no último final de semana, uma praça localizada no bairro Azenha, recebeu seu nome.

Era membro do Grêmio Sempre e, mesmo em seus últimos anos, de vida fazia questão de comparecer às nossas reuniões semanais, sendo sempre uma figura extremamente respeitada com posições de muito equilíbrio e sabedoria. 

Em nome do Grêmio, fica aqui nosso sentimento de gratidão para o Dr. Ildo Luiz Ely, imortal na galeria dos grandes gremistas.

A seguir, algumas fotos da cerimônia que nomeou a Praça Dr. Ildo Luiz Ely que contou com a participação dos amigos de Grêmio Sempre Cláudio Tavares, Paulo Luz, Antônio Cruz, João Carlos Zago Jr, Roberto Liebstein, Irany Sant’anna Jr e do filho do Dr. Ildo Ely, Ricardo Ely, que também integra o Grêmio Sempre.