Editorial

O Grêmio tem passado nos últimos anos por dificuldades e percalços gerados por decisões equivocadas, muitas das quais não alinhadas à visão estratégica do clube. Por outro lado, históricos de conflitos têm dificultado a construção de caminhos alternativos viáveis e que tenham continuidade, decorrentes de desconfianças e desavenças ainda não superadas. Mas eventos alvissareiros têm surgido no horizonte, como o Fórum de Debates e uma anunciada nova era a ser inaugurada pela Arena. Os sinais, se não seguros, são promissores.

Temos consciência que uma nova etapa na vida do clube pode e deve começar. Uma etapa onde os resultados não dependam mais de movimentos fortuitos, por que baseados somente em vontade e casuísmos. É preciso elevar o Grêmio a um novo patamar de gestão, que proporcione, de forma continuada e consistente, resultados vitoriosos, condizente com a história de um dos principais clubes do cenário mundial e com as expectativas da grande nação tricolor.

Assim, o Grêmio Sempre sente-se na obrigação de trazer à discussão novas ideias, que possam servir de embrião para projetos de governança do clube, capitaneados por gremistas da melhor estirpe, pertencentes aos mais diversos movimentos políticos. Somos cientes das limitações e dificuldades da presente proposta, mas é preciso ter em mente que mesmo a mais longa caminhada começa com o primeiro passo. Estamos aqui, convocando, todos os gremistas, para, juntos, iniciarmos a caminhada!